Planta medicinal – Chambá

Chambá

Botânica

Nome científico: Justicia pectoralis var. stenophylla, Leon.

Sinonímia: trevo-cumaru e anador.

Origem e descrição da planta: pequena erva sempre verde, subereta, com flores azuladas muito pequenas e folhas estreitas e longas que chegam a medir 5 cm de comprimento.

Cresce em canteiros e jarros, formando conjuntos aglomerados com cerca de 40 cm de altura.

Planta medicinal – Chambá

Cultivo

Hábito de crescimento: erva.

Ciclo da planta: perene.

Propagação: divisão de touceiras e plantio de ramos enraizados.

Forma de cultivo: plantada em canteiros, com espaçamento de 30 cm entre plantas x 30 cm entre linhas.

Adubação: por ocasião do plantio (em fundação) e após cada colheita (em cobertura), colocam-se 10 kg de composto orgânico ou esterco de curral, bem curtido e peneirado, para cada m² de canteiro.

Irrigação: diária e somente no tronco.

Colheita: no início da floração, cortam-se as plantas quase rentes ao chão fazendo-se, a seguir, a adubação em cobertura.

Naturezas química e farmacológica

Partes utilizadas: folhas.

Constituintes químicos: cumarina.

Formas de uso: chá e lambedor.

Indicações: broncodilatador e anti-inflamatório, o chambá é útil no tratamento das crises de asma, de tosses, bronquite, gripe, chiado no peito, respiração difícil sem causa aparente e enfisema pulmonar.

Receitas caseiras

Lambedor:

Ingredientes: 1 vidro de açúcar, ½ vidro de água filtrada e fervida, ½ vidro de folhas de chambá, 12 folhas de malvarisco e 10 folhas de hortelã

japonesa, todas bem lavadas em água corrente e cortadas em pedaços bem miúdos.

Obs: a medida “vidro” corresponde ao frasco de maionese de 250 gramas.

Modo de preparar: colocam-se o açúcar e a água numa panela de vidro, ágata, barro ou material semelhante, leva-se ao fogo e deixa-se ferver até

formar o mel.

A seguir, adicionam-se, nesta ordem, as folhas de chambá, aquecendo por 3 minutos, as folhas de malvarisco e de hortelã japonesa e

aquece-se, por mais 3 minutos, mexendo bem.

Deixa-se esfriar, côa-se e guarda-se em vidro esterilizado.

Modo de usar: Crianças: de 2 a 6 anos: 1 colher das de café 3 vezes ao dia; de 7 a 12 anos: 1 colher das de sobremesa 3 vezes ao dia; e adultos: 1 colher das de sopa 3 vezes ao dia.

Rolar para o topo